Documento sem título
QUEM SOMOS
Conheça a ONG
Bicho Legal
 
NOTÍCIAS
Artigos e curiosidades
 
SERVIÇOS
Como podemos ajudar
 
SAÚDE ANIMAL
Alimentação, vacinação, cuidados gerais...
 
MAUS TRATOS
Como agir e quem procurar
 
GUIA PRÁTICO
Acesse e conheça nosso guia
 
     
     
 



Em 2005, um grupo de pessoas voluntárias e sensibilizadas com o grande número de animais abandonados e com os casos de maus-tratos verificados em Jundiaí, se uniu para elaborar um projeto de proteção animal.

A elaboração do projeto durou aproximadamente três meses e contou com a participação de veterinários, técnicos e especialistas em defesa e proteção animal.

Paralelamente à criação do projeto, o grupo elaborou um abaixo-assinado com o intuito de obter o apoio da sociedade jundiaiense. O documento atingiu a impressionante marca de 29.660 assinaturas de apoio em menos de 4 meses.

Também foram realizadas visitas técnicas em municípios que possuem Projetos de Controle Populacional e Proteção dos Animais, desenvolvidos por ONGs ou pelo Poder Público.

A entrega do projeto técnico e do abaixo-assinado ao Prefeito ocorreu no dia 31 de agosto de 2007 e contou com as seguintes presenças: Prefeito Ary Fossen, Secretários Municipais, Presidente da União Protetora dos Animais de Campinas e Deputado Estadual Sr. Feliciano Filho, Organizações não Governamentais (Ongs) ligadas à proteção animal, membros sociedade e imprensa local.

Ao longo de 2008 e 2009 os voluntários do Projeto Bicho Legal realizaram várias ações em prol dos animais e com o intuito de expandir os serviços prestados, a equipe batalhou durante todo ano de 2009, para a abertura oficial da ONG. Com a obtenção do CNPJ, em dezembro, o grupo obteve condição real e profissional para expandir seus objetivos.

Atualmente a Ong conta com CNPJ, CERTIFICADO REGULARIDADE CADASTRAL DE ENTIDADE – CRCE, CERTIFICADO DE REGULARIDADE DE PESSOA JURÍDICA - ART e TÍTULO DE UTILIDADE PÚBLICA conforme a Lei 8188/14.

Objetivos

A ONG Bicho Legal promove ações de caráter preventivo e voltadas para a orientação da população. O grupo não possui abrigo para animais e, por esse motivo, não realiza o recolhimento. Os principais objetivos são práticas que contribuam para:

- Diminuir o número de animais abandonados;
- Diminuir o número de casos de maus-tratos;
- Conscientização da sociedade sobre posse e propriedade responsável;
- Sensibilizar quanto aos preceitos éticos de respeito aos animais e meio ambiente.
 
     
Documento sem título
Copyright © 2012 - 2014
Todos os direitos reservados